8 Hábitos saudáveis para perder barriga

Muitas pessoas, mesmo estando de dieta, não conseguem perceber mudanças na circunferência abdominal e isso causa muita frustração. Perder barriga é um dos principais pontos estéticos que as pessoas buscam.

Claro, que para diminuir a gordura abdominal, é necessário perder peso de forma geral. Agora, vamos comentar sobre alguns hábitos que vão contribuir para redução da circunferência da barriga.

Fique com a gente e confira!

1. Fazer déficit calórico

Não tem outro caminho, a perda de peso e de circunferências, só acontece quando há um déficit calórico, que é quando ingerimos menos calorias que gastamos.

Então, sua dieta precisa ser reduzida em calorias e você precisa encontrar formas de gastar mais energia. Mas, essa dieta apesar de ser hipocalórica deve ser equilibrada em vitaminas e minerais.

2. Comer alimentos com fibras faz você perder barriga

Ao consumir mais fibras consegue controlar melhor o seu intestino, muitas vezes, estamos inchados na região da barriga, por conta do intestino preso.

Além disso, as fibras produzem maior saciedade o que contribui na hora de manter sua dieta, pois não vai sentir tanta fome e assim, não vai exagerar nas porções de alimentos.

3. Fazer exercícios com frequência faz perder barriga

Novamente vamos ter que falar sobre gastar mais calorias do que consumir, a atividade física regular aumenta o seu gasto calórico diário e promove a perda de peso e consequentemente a redução da barriga.

Sem falar, que o exercício físico ainda melhora o tônus muscular e serve como protetor para doenças cardiovasculares.

4. Consumir frutas e legumes

Para conseguir ingerir menos calorias é importante dar espaço para as frutas e legumes, comece trocando os lanches por frutas.

No almoço e jantar use ao menos a metade do prato de legumes e saladas.

5. Controlar o consumo de doces para perder barriga

Os doces também são um problema para quem quer perder barriga, pois é necessário reduzir o uso.

Alimentos ricos em açúcar promovem a distensão abdominal. E isso aumenta a circunferência, devido ao desequilíbrio do intestino.

Além disso, também são muito calóricos e podem ocasionar o ganho de peso.

6. Evitar bebidas alcoólicas

As bebidas alcoólicas, por serem ricas em calorias e causarem retenção de líquidos, que é a aquela sensação de inchaço, devem ser consumidas em quantidades bem pequenas e evitadas ao máximo.

Quando usar, tente sempre se manter hidratado, utilizando a água em conjunto.

7. Diminuir o consumo de fast food

Os lanches rápidos, também conhecidos como fast food, tendem a ser muito calóricos e gordurosos. Quando consumidos com frequência desequilibram a flora intestinal.

Bem como, aumentam o peso corporal e as circunferências como um todo.

8. Evitar alimentos que causam desconforto intestinal

Invista no autoconhecimento, há alguns alimentos que quando consumimos nosso intestino tem mais dificuldades para digerir e causam flatulência de mais.

Essa flatulência acaba gerando desconforto e distensão da barriga.

Dessa forma, você deve perceber quais que te trazem esse desconforto e não consumir com frequência ou em quantidades bem pequenas.

Os alimentos que mais geram desconforto são:

  • Brócolis;
  • Couve;
  • Couve-flor;
  • Feijões;
  • Leite e derivados, no caso de pessoas intolerantes à lactose;
  • Repolho.

Invista nesses hábitos e perceba sua barriga melhorar muito!

Referências:

‌VALÉRIO, T. B. et al. Consumo de bebidas alcoólicas na adiposidade corporal em estudantes universitários. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, São Paulo. v.10. n.60. p.263-270. Nov./Dez. 2016.

SBD-Sociedade Brasileira de Diabetes. Os alimentos: calorias, macronutrientes e micronutrientes. Manual do Profissional Capítulo 1, São Paulo, 2006. Disponível em: < https://crn5.org.br/wp-content/uploads/2013/05/Manual-CaloriasMacronutrientes-e-Micronutrientes.pdf>.

Fernanda Correia

Nutricionista graduada pela Universidade Tiradentes (2017). Sua afinidade com a área de nutrição clínica vem sendo cultivada desde a época da graduação, onde foi corresponsável pela criação da Liga Acadêmica de Nutrição Clínica (LANUCLIN-UNIT), grupo de estudos voltado para a atualização e discussão de conhecimentos. Fez parte do corpo clínico do Ambulatório de Nutrição do Hospital Universitário da UFS, como voluntária, onde acompanhava a evolução dos pacientes após o procedimento de Cirurgia Bariátrica. Além da Nutrição Clínica, também atua na área de nutrição e empreendedorismo sendo sócia fundadora da Elementar, que tem atuação voltada para o controle de qualidade e processos estratégicos dos serviços de alimentação. Público Alvo e Nichos: - Adultos - Qualidade de vida - Reeducação Alimentar - Emagrecimento - Nutrição associada à estética

Leave a Reply

Your email address will not be published.