O Que é a Obesidade?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) descreve a obesidade como acúmulo anormal ou excessivo de gordura corporal que pode gerar danos à saúde do indivíduo.  A falta de equilíbrio entre as calorias ingeridas e o gasto energético é identificada como a causa primordial para a obesidade e o excesso de peso¹.

Segundo a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (ABESO), a etiologia da obesidade é complexa e possui uma diversidade de fatores, surgindo da interação de estilo de vida, fatores emocionais, ambiente e genéticos².

A obesidade é reconhecida como uma inflamação crônica.5 O tecido adiposo é considerado um órgão ativo metabolicamente. As células desse tecido armazenam o excesso de calorias ingeridas, bem como, sintetizam vários compostos que são capazes de interferir nos processos metabólicos.3

O quadro da obesidade é um fator de risco para a saúde. Além disso, está associada com diversas patologias, tais como: Diabetes, Hipertensão Arterial, Dislipidemia. ⁴ O acúmulo de gordura na região abdominal, sobretudo a gordura visceral, possui participação importante no aparecimento de enfermidades metabólicas e doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA).6

A Organização Mundial da Saúde aponta que mundialmente houve aumento no consumo de alimentos hipercalóricos, ricos em gorduras e açúcares e aumento do sedentarismo.  Em contrapartida, o consumo de alimentos como leguminosas, frutas, vegetais, oleaginosas, azeite de oliva extravirgem, peixes têm sido relacionado a redução do risco de desenvolvimento de doenças crônicas e aumento da expectativa de vida. 7 Alguns dos aspectos envolvidos na terapêutica da obesidade e sobrepeso incluem alimentação, exercício físico e modificações de comportamento.2

Contudo, o contexto da obesidade é complexo e necessita de tratamento a longo prazo com profissionais da saúde. O nutricionista é essencial no cuidado da obesidade e excesso de peso, definindo estratégias nutricionais específicas, acompanhando a evolução, educando nutricionalmente, auxiliando na mudança do estilo de vida.

Referências

1-         Obesity and overweight. World Health Organization. Disponível em: https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/obesity-and-overweight. Acesso em: 19 ago. 2021.

2-         Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica Diretrizes brasileiras de obesidade ABESO. Obesidade. 4.ed., 2016.

3-         FRANCISQUETI, Fabiane Valentini; NASCIMENTO, André Ferreira do; CORRÊA, Camila Renata. Obesidade, inflamação e complicações metabólicas. Nutrire, v.1, n.40, p. 81-89, 2015.

4-         LOPES, Heno Ferreira. Hipertensão e inflamação: papel da obesidade. Revista Brasileira de Hipertensão, v. 14, n.4, p. 239-244, 2007.

5-         SIPPEL, Crislene et al. PROCESSOS INFLAMATÓRIOS DA OBESIDADE. Revista de Atenção à Saúde, v. 12, n. 42, p. 48-56, 2014.

6-         SANTOS, Anny Carolyne Oliveira Lima et al. Indicadores antropométricos de adiposidade abdominal na doença hepática gordurosa não alcoólica. Braz. J. Hea. Rev., v. 3, n. 4, p. 9328-9339, jul./aug. 2020.

7-         TOSTI, Valeria; BERTOZZI, Beatrice; FONTANA, Luigi. Health Benefits of the Mediterranean Diet: Metabolic and Molecular Mechanisms. Journals of Gerontology: BIOLOGICAL SCIENCES, v. 73, n.3, p. 318-326, 2018.

Fernanda Correia

Nutricionista graduada pela Universidade Tiradentes (2017). Sua afinidade com a área de nutrição clínica vem sendo cultivada desde a época da graduação, onde foi corresponsável pela criação da Liga Acadêmica de Nutrição Clínica (LANUCLIN-UNIT), grupo de estudos voltado para a atualização e discussão de conhecimentos. Fez parte do corpo clínico do Ambulatório de Nutrição do Hospital Universitário da UFS, como voluntária, onde acompanhava a evolução dos pacientes após o procedimento de Cirurgia Bariátrica. Além da Nutrição Clínica, também atua na área de nutrição e empreendedorismo sendo sócia fundadora da Elementar, que tem atuação voltada para o controle de qualidade e processos estratégicos dos serviços de alimentação. Público Alvo e Nichos: - Adultos - Qualidade de vida - Reeducação Alimentar - Emagrecimento - Nutrição associada à estética

Leave a Reply

Your email address will not be published.